Estratégias ambientais em grandes empresas com atividade galvânica no Rio Grande do

Marta Regina Lopes Tocchetto, Lauro Charlet Pereira, Andréa Moura Bernardes, Luis Felipe Machado

Resumo


As pressões sociais sinalizam que os custos para adequação da empresa às demandas do meio ambiente podemse transformar em conscientização, pois a sociedade não mais aceita a exacerbação do lucro, obtido às custas dos efeitos ambientais negativos. Assim, a proteção ambiental deixou de ser uma função exclusiva da produção, para ser uma função da empresa, fazendo parte da estrutura organizacional e do planejamento estratégico. As empresas que possuem processos galvânicos são consideradas de alto impacto ambiental, devido ao grande consumo de água, energia, geração de emissões e resíduos sólidos perigosos. Conciliar a atividade produtiva com a sustentabilidade ambiental é um desafio enfrentado pelas empresas. Este contexto determinou o problema da pesquisa: qual o tipo e o foco das estratégias ambientais, adotadas pelas grandes empresas do Rio Grande do Sul, com atividade galvânica, para o controle dos impactos negativos? O objetivo do trabalho foi identificar tipos de estratégias, a partir das medidas ambientais implantadas nas empresas pesquisadas. Para a realização da pesquisa foi usado o método investigativo, a partir do estudo de caso em cinco grandes empresas. O estudo de caso permitiu identificar o potencial das empresas gaúchas para a implantação de estratégias preventivas que possibilitam reduzir perdas e a poluição ambiental.

Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.5020/2318-0722.10.1.%25p

Métricas do artigo

Carregando Métricas ...

Metrics powered by PLOS ALM


Licença Creative Commons
Este obra está licenciado com uma Licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional.
Revista Ciências Administrativas, Fortaleza - Ceará- Brasil – E-ISSN: 2318-0722

Desenvolvido por:

Logomarca da Lepidus Tecnologia