As Relações entre Planejamento e Controle da Produção de Serviços e o Sistema

Luiza Maria Bessa Rebelo, Giuvania Terezinha Lehmkuhl, Daniela Althoff Philippi

Resumo


Este estudo objetivou verificar as relações entre o Planejamento e Controle da Produção – PCP e o Sistema
Organizacional em Rede em Hemocentros – bancos de sangue – do Estado de Santa Catarina. O método
utilizado foi o estudo de caso, do tipo exploratório-descritivo, com natureza qualitativa. Os dados foram
coletados por meio da observação não participante e de entrevistas semi-estruturadas, com funcionários de
diferentes setores, além da pesquisa bibliográfica e documental. Utilizou-se a análise de conteúdo como técnica
de análise dos dados. As categorias de análise foram extraídas da teoria de PCP, baseada em questões sobre
Planejamento, Programação e Controle e da teoria de Redes. Os resultados apontaram para produtos e processos padronizados, programados localmente em função dos históricos de demanda e limitados à capacidade de captação e processamento. Ajustes de maior dimensão, ou emergenciais, são proporcionados pela estrutura em
rede, que permite compensações entre seus componentes; os ajustes de menor dimensão ocorrem em conseqüência de campanhas de incentivo à doação. O PCP convive com a rigidez decorrente da importância do produto final e da instabilidade de obtenção da matéria-prima e a relativa flexibilidade proporcionada pela rede.

Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.5020/2318-0722.10.2.%25p

Métricas do artigo

Carregando Métricas ...

Metrics powered by PLOS ALM


Licença Creative Commons
Este obra está licenciado com uma Licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional.
Revista Ciências Administrativas, Fortaleza - Ceará- Brasil – E-ISSN: 2318-0722

Desenvolvido por:

Logomarca da Lepidus Tecnologia