Vantagens da criação de empresas de base tecnológica como instrumento de transferência de tecnologia

Autores

  • João Bento de Oliveira Filho Universidade Federal de Uberlândia
  • Louis Jacques Filion Universidade de Montreal

DOI:

https://doi.org/10.5020/2318-0722.14.1.%25p

Resumo

A criação de empresas de base tecnológica é um mecanismo de transferência de tecnologia que atrai um tipo de atenção particular, por parte de instituições de pesquisa e instituições governamentais. Oferece vantagens, como as repercussões econômicas para as universidades, a conservação do atrimônio científico dentro do território nacional, a diversificação da economia, a criação de empregos, a dinamização do tecido industrial e a participação ativa da pesquisa subvencionada na sociedade. Outro fator importante é a promoção de uma cultura empreendedora no interior das universidades e instituições de pesquisa, além de uma associação estreita do mundo dos negócios com o mundo da pesquisa. Em estudos realizados no Canadá e no Brasil, observou-se que a criação de empresas de base tecnológica proporciona melhores resultados para a sociedade, recursos financeiros para novas pesquisas e estímulo para se pesquisar e desenvolver tecnologias inovadoras direcionadas ao mercado

Biografia do Autor

João Bento de Oliveira Filho, Universidade Federal de Uberlândia

Professor da Faculdade de Gestão e Negócios - Universidade Federal de Uberlândia. Pós-doutorado em Empreendedorismo pela HEC Montreal. Doutor e Mestre em Administração pela EAESP/FGV (Escola de Administração de Empresas de S.Paulo – Fundação Getúlio Vargas

Louis Jacques Filion, Universidade de Montreal

Professor titular e Diretor da Rogers- J.A.Bombardier Chair of Entrepreneurship - HEC Montreal. The Montreal Business School - Universidade de Montreal. Ph.D. Entrepreneurship, University of Lancaster, G.B.

Downloads

Como Citar

Filho, J. B. de O., & Filion, L. J. (2009). Vantagens da criação de empresas de base tecnológica como instrumento de transferência de tecnologia. Revista Ciências Administrativas, 14(1). https://doi.org/10.5020/2318-0722.14.1.%p

Edição

Seção

Artigos