Gestão do capital de giro de pequenas empresas

Valdineide Santos Araújo, Márcio André Veras Machado

Resumo


Esse artigo tem como objetivo fazer uma síntese das principais diretrizes que orientam as estratégias de ação das pequenas
empresas comerciais, localizadas na cidade de João Pessoa/PB, no que diz respeito às políticas de administração do capital
de giro. Para análise dos dados, utilizou-se a entrevista pessoal estruturada em um roteiro previamente elaborado. A
pesquisa envolveu um estudo empírico com 28 empresas. Quanto às estratégias utilizadas para gestão do caixa, constatouse que a maioria das empresas pesquisadas oferece descontos promocionais, como uma forma de agilizar entradas de caixa e estabelece uma política de negociação de prazos de compra, como forma de retardar desembolsos. Quanto à gestão
das contas a receber, constatou-se que o principal instrumento de crédito utilizado é o cartão de crédito e duplicatas e/ou
cheques. Quanto à política de cobrança, o principal instrumento utilizado é a cobrança por telefone. Com relação à gestão
dos estoques, constatou-se que é grande parte das empresas consultadas estabelece um estoque mínimo, tendo um giro
de até quatro vezes por ano. Quanto ao financiamento do capital de giro, a maioria das empresas o faz por meio da conta
garantida e do cheque especial.

Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.5020/2318-0722.13.1.%25p

Métricas do artigo

Carregando Métricas ...

Metrics powered by PLOS ALM


Licença Creative Commons
Este obra está licenciado com uma Licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional.
Revista Ciências Administrativas, Fortaleza - Ceará- Brasil – E-ISSN: 2318-0722

Desenvolvido por:

Logomarca da Lepidus Tecnologia