Gestão de inovação e fatores de competitividade na bioindústria brasileira – Desafios à evolução do cluster de biotecnologia em Belo Horizonte (MG)

Adelaide M.C. Baêta, Valéria M.M. Judice

Resumo


Este artigo apresenta resultados de um estudo exploratório sobre fatores de inovação e competitividade em micro e pequenas empresas (MPEs) de biotecnologia, organizadas em um cluster na região metropolitana de Belo Horizonte, estado de Minas Gerais, Brasil. O trabalho empírico baseia-se em entrevistas em profundidade realizadas com diretores e gerentes de P&D numa amostra de 17 empresas de biotecnologia de Minas Gerais selecionadas de uma população de 90 empresas identificadas nesta região. A pesquisa é orientada por duas questões gerais: 1) Como se organizam e qual a intensidade dos processos de inovação em empresas de biotecnologia em Minas Gerais? 2) Como aperfeiçoar processos de gestão de inovação em arranjos produtivos locais, ou clusters? O trabalho está estruturado em 5 seções. A seção introdutória contextualiza o objeto de pesquisa; a segunda apresenta o referencial teórico adotado, destacando o ambiente e atores, assim como a organização industrial dos bio-empreendimentos; a terceira parte descreve a metodologia do estudo empírico; a quarta discute os resultados obtidos na pesquisa e a quinta apresenta as reflexões finais sobre o estudo realizado e as perspectivas futuras.

Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.5020/2318-0722.9.2.%25p

Métricas do artigo

Carregando Métricas ...

Metrics powered by PLOS ALM


Licença Creative Commons
Este obra está licenciado com uma Licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional.
Revista Ciências Administrativas, Fortaleza - Ceará- Brasil – E-ISSN: 2318-0722

Desenvolvido por:

Logomarca da Lepidus Tecnologia