Doze anos de estudo da Revista de Administração Pública à luz da bibliometria e da rede social

Henrique Cesár Melo Ribeiro

Resumo


Este artigo explorou a produção acadêmica científica da Revista de Administração Pública (RAP) no período de 2000 a 2011. O estudo baseou-se num estudo bibliométrico e de rede social utilizando-se da estatística descritiva em 669 artigos identificados. Os principais resultados foram: predominância de autoria em parceria; observou-se que a FGV (RJ) é a IES mais importante e influente no contexto da
RAP, no que tange à proficuidade nos artigos publicados e na centralidade de grau; constatou-se a alta centralidade de rede dos coautores, influenciando em laços fracos entre esses atores do periódico ora investigado; a abordagem qualitativa se destacou nos 669 artigos investigados; e as palavras “gestão” e “pública” realçaram-se nos títulos e nas palavras-chave. Conclui-se que o acervo dos 669 artigos investigados da Revista de Administração Pública reflete o universo da produção acadêmica da área de administração pública, ajudando, assim, a ampliar, difundir e socializar a área por meio de artigos acadêmicos publicados.

DOI: 10.5020/2318-0722.2014.v20n1p167

Texto completo:

PDF

Métricas do artigo

Carregando Métricas ...

Metrics powered by PLOS ALM


Licença Creative Commons
Este obra está licenciado com uma Licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional.
Revista Ciências Administrativas, Fortaleza - Ceará- Brasil – E-ISSN: 2318-0722

Desenvolvido por:

Logomarca da Lepidus Tecnologia