Transferência de conhecimento entre empresas: um estudo na indústria calçadista

Cezar Miguel Monteiro Silva, Valmir Emil Hoffmann

Resumo


Um número cada vez mais significativo de estudiosos da administração e pesquisadores da geografia econômica procura
conhecer e discutir as formas pelas quais as empresas podem captar o conhecimento disponível nos aglomerados territoriais e
transformá-lo em vantagem competitiva para o seu negócio ou para o desenvolvimento regional. O conhecimento é transferido
mediante as redes de empresas, por meio de um conjunto de interações entre os principais atores da rede aglomerada. Este
artigo analisa o processo de transferência de conhecimento entre empresas aglomeradas territorialmente, apresentando
os resultados de um trabalho empírico realizado com as indústrias calçadistas da Região do Vale do Sinos, no Estado do
RS. Para tanto, foi realizado um trabalho de campo, com a aplicação de questionários junto aos gestores empresariais. Os
resultados mostram que as empresas industriais calçadistas aglomeradas territorialmente são favorecidas na transferência de conhecimento, porque podem aproveitar o conhecimento disponível na região, pelas possibilidades de interações entre as
empresas e as instituições de apoio às atividades empresariais, que normalmente não estão disponíveis para aquelas empresas
que estão dispersas e que se encontram fora da área da aglomeração.

Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.5020/2318-0722.12.2.%25p

Métricas do artigo

Carregando Métricas ...

Metrics powered by PLOS ALM


Licença Creative Commons
Este obra está licenciado com uma Licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional.
Revista Ciências Administrativas, Fortaleza - Ceará- Brasil – E-ISSN: 2318-0722

Desenvolvido por:

Logomarca da Lepidus Tecnologia