O consumo e suas articulações com os relacionamentos amorosos

Bruno Medeiros Ássimos, Marcelo de Rezende Pinto, Suzana Melgaço de Afonseca

Resumo


Este trabalho teve como objetivo compreender o papel do consumo na constituição dos relacionamentos amorosos em seus dois primeiros anos, utilizando-se dos seguintes objetivos: assimilar a maneira pela qual os aspectos culturais influenciam o contexto no qual o indivíduo consome; e elaborar um esquema teórico que demonstre a inserção do consumo como elemento ativo na formação de uma relação amorosa. Metodologicamente, utilizou-se a Grounded Theory como método de pesquisa, fundamentada em quinze entrevistas em profundidade semiestruturadas, além da utilização de um instrumento de coleta de dados inspirado nas técnicas projetivas. Percebeu-se que a maneira pela qual o consumo permeia as relações amorosas é que funcionando como expressão do indivíduo, permite reconhecer e ser reconhecido, atuando como elemento fundamental de avaliação em momentos de conquista, além de propiciar o meio pelo qual a relação irá se consolidar e se manter, integrando parcialmente as identidades e facilitando a projeção futura do relacionamento.

Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.5020/2318-0722.2019.7604

Métricas do artigo

Carregando Métricas ...

Metrics powered by PLOS ALM


Licença Creative Commons
Este obra está licenciado com uma Licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional.
Revista Ciências Administrativas, Fortaleza - Ceará- Brasil – E-ISSN: 2318-0722

Desenvolvido por:

Logomarca da Lepidus Tecnologia