Estilos Individuais de Aprendizagem e Atitude Empreendedora: Estabelecendo Relações entre os Construtos

Jefferson Menezes de Oliveira, Vania de Fátima Barros Estivalete, Jaime Peixoto Stecca, Italo Fernando Minello

Resumo


O presente estudo teve o objetivo de avaliar o modo como os trabalhadores do setor público aprendem, de forma a identificar os estilos de aprendizagem predominantes, bem como suas relações com a atitude empreendedora. O contexto explorado – uma organização pública – é justificado pelo entendimento de que o empreendedorismo pode ser fundamental para o oferecimento dos níveis de qualidade desejados pela sociedade, podendo contribuir com soluções inovadoras para problemas de ordem pública. Quanto ao método, conduziu-se o estudo com caráter descritivo e quantitativo, sendo que foram aplicados os instrumentos Inventário de Estilos de Aprendizagem (Kolb, 1976) e Instrumento de Medida de Atitude Empreendedora - IMAE (Souza & Lopez Jr., 2005) junto a servidores públicos lotados na unidade de gestão de pessoas de uma instituição federal de ensino localizada na região sul do Brasil. Os resultados apontaram que, na amostra pesquisada, o estilo de aprendizagem individual predominante é o Convergente, seguido pelos estilos Assimilador e Acomodador. Por meio das análises, o Convergente foi sinalizado como estilo mais inclinado à atitude empreendedora nas quatro dimensões do IMAE. Novos métodos de seleção e alocação de pessoal, bem como a escolha de chefias, poderão ser desenvolvidos a partir dos resultados de pesquisas como esta.

Texto completo:

PDF

Métricas do artigo

Carregando Métricas ...

Metrics powered by PLOS ALM


Licença Creative Commons
Este obra está licenciado com uma Licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional.
Revista Ciências Administrativas, Fortaleza - Ceará- Brasil – E-ISSN: 2318-0722

Desenvolvido por:

Logomarca da Lepidus Tecnologia