Hedge Accounting: aplicação dos métodos prospectivos de eficácia nas instituições financeiras bancárias da B3

Autores

  • Erika Maia da Rocha
  • Jéssica Shanja Silva Freitas
  • Francisco Ícaro Silvério de Oliveira
  • Rosângela Queiroz Souza Valdevino

DOI:

https://doi.org/10.5020/2318-0722.2019.7933

Resumo

As normas contábeis que regulamentam a comprovação da eficácia do hegde estabelecem dois métodos de verificação, denominados de métodos prospectivos e retrospectivos. E é sobre aqueles que este estudo se dedicou. Diante disso, o objetivo geral desse trabalho foi verificar as diferenças entre a aplicação dos métodos prospectivos na mensuração da eficácia dos objetos de hedge das instituições bancárias listadas na BM&FBovespa. A metodologia utilizada baseou-se em uma pesquisa documental, descritiva, qualitativa e quantitativa, que utilizou os métodos dollar offset e regressão linear como instrumento de análise para avaliar a eficácia dos hedges durante o período analisado. A população é compreendida por 24 instituições do segmento financeiro e outros listadas no site da BM&FBOVESPA. À luz da análise efetuada, observou-se uma uniformidade de valores eficazes na aplicação do método de regressão, representando assim uma tática favorável para as organizações. No que diz respeito ao dollar offset, seu emprego mostra-se de forma negativa, em que os índices obtidos não estão dentro do indicado.

Biografia do Autor

Erika Maia da Rocha

Graduada em Ciências Contábeis pela UERN -Universidade do Estado do Rio Grande do Norte

Jéssica Shanja Silva Freitas

Graduada em Ciências Contábeis pela UERN -Universidade do Estado do Rio Grande do Norte

Francisco Ícaro Silvério de Oliveira

Pós-Graduando em Gestão financeira, controladoria e auditoria pela Fundação Getúlio Vargas.

Rosângela Queiroz Souza Valdevino

Mestre em Administração pela Universidade de Fortaleza. Professora da UERN -Universidade do Estado do Rio Grande do Norte

Downloads

Publicado

06.12.2019

Como Citar

Rocha, E. M. da, Freitas, J. S. S., Oliveira, F. Ícaro S. de, & Valdevino, R. Q. S. (2019). Hedge Accounting: aplicação dos métodos prospectivos de eficácia nas instituições financeiras bancárias da B3. Revista Ciências Administrativas, 25(3). https://doi.org/10.5020/2318-0722.2019.7933

Edição

Seção

Artigos