Do vandalismo ao protesto: análise de conteúdo da cobertura do jornal Zero Hora sobre as manifestações contra o aumento da tarifa de ônibus em Porto Alegre

Norberto Kuhn Junior, Andréia Poerschke Sarmanho

Resumo


O artigo apresenta uma análise dos conteúdos veiculados pelo jornal Zero Hora na cobertura das manifestações contra o aumento da tarifa de ônibus em Porto Alegre, de março a meados de junho de 2013. Buscando evidenciar o posicionamento do veículo ante os fatos, o trabalho conta com a base teórica de Harold Lasswell e Paul Lazarsfeld, difusores da análise de conteúdo na comunicação, seguindo os passos propostos por Heloisa Herscovitz, de seleção e codificação da amostragem, junto às unidades de registro propostas por Laurence Bardin, para qualificar os elementos. Ainda na análise, trabalham-se conceitos de Pierre Bourdieu e Max Weber, para a compreensão do espaço social, das forças que nele se revezam e da mídia como agente político. Os resultados identificam posicionamentos distintos, por parte do jornal, em dois momentos: primeiro, há desqualificação da causa e busca por legitimar autores, responsabilizando movimentos de esquerda; e, no segundo momento, com a reafirmação da não liderança em âmbito nacional e a negação popular das instituições legítimas, o movimento é abordado como “espontâneo” e ganha mais espaço nas páginas de Zero Hora. A mudança de abordagem desvela a condição dos veículos de comunicação como agentes políticos na estrutura de dominação, detentores de um poder simbólico reconhecido e influente no campo de forças sociais, buscando a garantia de condições favoráveis no espaço social para assegurar a manutenção da sua posição e sua reprodução.

Palavras-chave


Manifestações; Transporte Público; Análise de Conteúdo; Espaço Social; Zero Hora.

Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.5020/23180714.2015.30.2.433-454

Métricas do artigo

Carregando Métricas ...

Metrics powered by PLOS ALM


Licença Creative Commons
Este obra está licenciado com uma Licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional.
Revista de Humanidades, Fortaleza - Ceará- Brasil – E-ISSN: 2318-0714

Desenvolvido por:

Logomarca da Lepidus Tecnologia