Programa mais educação: análise das produções acadêmicas

Autores

  • Cláudia da Mota Darós Parente
  • Raquel Nakamura Almeida Prado

DOI:

https://doi.org/10.5020/23180714.2016.31.2.563-583

Palavras-chave:

Educação Integral. Estado da Arte. Programas Educacionais.

Resumo

O presente trabalho tem como objetivo apresentar o estado da arte das produções acadêmicas sobre o Programa Mais Educação, ação do Ministério da Educação destinada à ampliação da jornada escolar. A pesquisa foi realizada por meio de buscas no Banco de Teses da Capes (Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior), considerando-se as informações disponíveis relativas aos anos de 2011 e 2012. O levantamento indicou a existência de 19 teses e dissertações produzidas sobre o Programa Mais Educação no período especificado, concentrando-se em oito temáticas: concepções e práticas educativas do programa; impactos do programa no rendimento escolar dos alunos; representações sociais sobre o programa; práticas de leitura e escrita nas oficinas do programa; o programa e as novas demandas para a gestão escolar; perfil docente e formação de professores que atuam no programa; a contribuição do programa na disseminação da cultura digital; a contribuição do programa para a erradicação do trabalho infantil. O presente artigo traz colaborações para a sistematização dos estudos sobre o Programa Mais Educação e para a formulação e implementação de políticas de educação integral em tempo integral.

Biografia do Autor

Cláudia da Mota Darós Parente

Professora Assistente da Universidade Estadual Paulista (Unesp), Campus Marília, Departamento de Administração e Supervisão Escolar (DASE); Pedagoga pela Universidade de São Paulo (USP), Mestre e Doutora em Educação pela Universidade Estadual de Campinas (Unicamp)

Raquel Nakamura Almeida Prado

Pedagoga pela Universidade Estadual Paulista (Unesp). Médica Veterinária pela FAEF.

Downloads

Publicado

2016-12-16

Como Citar

Parente, C. da M. D., & Prado, R. N. A. (2016). Programa mais educação: análise das produções acadêmicas. Revista De Humanidades, 31(2), 563–583. https://doi.org/10.5020/23180714.2016.31.2.563-583

Edição

Seção

Artigos