As vicissitudes da teoria da angústia na obra freudiana

Rosana da Silva Telles

Resumo


Neste trabalho, apresentamos uma proposta de leituras acerca da angústia em Freud. Inicialmente, no período entre 1888 e 1900, acompanhamos o autor em sua passagem das neuroses atuais para as psiconeuroses de defesa. A segunda etapa, que abrange o período entre 1900 e 1920, é dedicada ao estudo da teoria da angústia num contexto de primeira tópica. Finalmente, focamos o período entre 1920 e 1932, a partir do qual Freud reformula a sua nova doutrina. Palavras-chave: neurose de angústia, recalque, 1a teoria da angústia, ego, 2a teoria da angústia

Texto completo:

PDF

Métricas do artigo

Carregando Métricas ...

Metrics powered by PLOS ALM




Licença Creative Commons
Este obra está licenciado com uma Licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional.
Revista Subjetividades, Fortaleza - Ceará- Brasil – E-ISSN: 2359-0777

Desenvolvido por:

Logomarca da Lepidus Tecnologia