Educação intercultural e pós-modernidade

Mozart Linhares da Silva

Resumo


O objetivo deste artigo é apresentar algumas reflexões acerca da educação intercultural a partir das transformações da perspectiva do tempo, da memória e da alteridade nas sociedades contemporâneas. Para tanto, a análise enfoca três aspectos: a) a crise da modernidade e a fratura da idéia de devir; b) a expansão do presente (presenteísmo) e um novo recorte da memória e da alteridade e c) educação intercultural e multitemporalidade nas sociedades contemporâneas. No primeiro aspecto, a análise aborda a idéia de tempo construída na modernidade e seus desdobramentos nas noções de identidade e nação, questões, vale lembrar, que nortearam as categorias de progresso, evolução e devir. No segundo aspecto, a análise redimensiona a noção de tempo nas sociedades contemporâneas, a partir da crise da modernidade e da emergência do chamado presenteísmo, o queimplica numa nova construção da idéia de memória social. No terceiro, procurar-se-á problematizar as perspectivas da educação frente à questão da alteridade. Palavras-chave: tempo, modernidade, multticulturalismo, educação, Identidade

Texto completo:

PDF

Métricas do artigo

Carregando Métricas ...

Metrics powered by PLOS ALM


Licença Creative Commons
Este obra está licenciado com uma Licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional.
Revista Subjetividades, Fortaleza - Ceará- Brasil – E-ISSN: 2359-0777

Desenvolvido por:

Logomarca da Lepidus Tecnologia