Na Natureza, no Homem e na Sociedade,nada se cria, nada se transforma... tudo se repete

Vander Ferraz Neves

Resumo


Este trabalho visou à junção de uma obra literária com a teoria psicanalítica. A obra escolhida foi O Conto da Ilha Desconhecida, de José Saramago. No que diz respeito à Psicanálise, o trabalho se ateve às contribuições trazidas por Sigmund Freud, Jacques Lacan e Luiz Alfredo Garcia-Roza a respeito da repetição, uma das principais teorias dessa ciência. Na primeira parte, foram trabalhados os percursos histórico-filosóficos do tema da repetição desde seu surgimento, passando pelas contribuições da Psicanálise até a deflagração desse tema nos dias atuais. Houveexplanações sobre o tema por meio de um levantamento teórico. Já na segunda parte, o trabalho tangenciou-se em realizar uma resenha sobre a obra literária escolhida. A descrição foi feita de forma prática e sucinta, a fim de propiciar ao leitor uma idéia do que representa esta obra de Saramago. Com isso, inicia-se uma tentativa interpretativa e hipotética sobre quais aspectos tratados na sua obra poderiam ter relação com a Psicanálise. Chega-se então à conclusão de que a ilha desconhecida tratada na obra é, na realidade, a ilha do desejo, uma ilha onde não existe a repetição. Na parte final, tem-se a continuidade da discussão entre os aspectos da obra e os termos da Psicanálise. Nessa parte, também se encontram as considerações finais a respeito do trabalho. Alguns pontos apresentaram-se de forma conclusiva, outros, porém, deverão ser ainda investigados mais detalhadamente. Palavras-chave: repetição, psicanálise, desejo, Ilha Desconhecida, inconsciente

Texto completo:

PDF

Métricas do artigo

Carregando Métricas ...

Metrics powered by PLOS ALM




Licença Creative Commons
Este obra está licenciado com uma Licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional.
Revista Subjetividades, Fortaleza - Ceará- Brasil – E-ISSN: 2359-0777

Desenvolvido por:

Logomarca da Lepidus Tecnologia