As graves questões comportamentaisreferentes ao conceito de Turismo e deturista, nas quais se baseiam a antropologiae a sociologia, resolvem-se através dapsicologia da gestalt.

Prof. M. Sc. José Renato de Castro César

Resumo


O presente artigo trata a questão sociológica e antropológica referente aos conceitos objetivos de Turismo e turista, para demonstrar que a importância dos fatos objetivos referentes ao fenômeno do turismo se situa na análise do problema crítico desta atividade, que se resume no comportamento de pessoas, enquanto formadoras de grupos de consumidores, e não na questão conceitual, pura e simples, dos termos. Pretende demonstrar que só através da psicologia da gestalt e da análise da herança teológica do pensamento moderno se pode explicar a civilização do lazer e do ócio, hoje contraposta à civilização do trabalho. Faz uma análise da alienação do lazer e do ócio (no turismo) como sendo derivada da alienação do trabalho e da anomia crônica nas relações entre firmas. Procura demonstrar que só através da realização da gestalt e da ação comunicativa na formação de grupos psicológicos (de turistas e de residentes) se pode chegar a evolução dos grupos geográficos, para, assim, se efetivar localmente a gestão sustentável do turismo e da hospitalidade.


Texto completo:

PDF

Métricas do artigo

Carregando Métricas ...

Metrics powered by PLOS ALM


Licença Creative Commons
Este obra está licenciado com uma Licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional.
Revista Subjetividades, Fortaleza - Ceará- Brasil – E-ISSN: 2359-0777

Desenvolvido por:

Logomarca da Lepidus Tecnologia