O mal-estar do professor frente à violência do aluno

Ilka Franco Ferrari

Resumo


Nesta pesquisa, intitulada “O mal-estar do professor frente à violência do aluno”, desenvolvida por meio de questionário e entrevistas realizados com professores e alunos da rede particular de ensino de Belo Horizonte, estudou-se o que os profissionais consideram violência do aluno, assim como o mal-estar que advém das relações consideradas, por eles, como violentas. Os resultados apontam para o fato de que tanto a violência do estudante quanto o mal-estar do professor, na situação proposta pela pesquisa, parecem se aclarar no contexto de um “sintoma” contemporâneo, em que o declínio da autoridade do professor se entrelaça à perda do desejo de ensinar do educador. Essa situação confirma que há, no mundo contemporâneo, a necessidade de se buscar formas de reinventar o vínculo educativo, já que, sem ele, o processo civilizatório próprio da educação fica comprometido. Palavras-chave: mal-estar, violência, vínculo educativo, contemporaneidade.

Texto completo:

PDF

Métricas do artigo

Carregando Métricas ...

Metrics powered by PLOS ALM




Licença Creative Commons
Este obra está licenciado com uma Licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional.
Revista Subjetividades, Fortaleza - Ceará- Brasil – E-ISSN: 2359-0777

Desenvolvido por:

Logomarca da Lepidus Tecnologia