Redes de apoio de Famílias de Crianças em Acolhimento Institucional

Fernanda Tamie Isobe Lima, Janari da Silva Pedroso, Celina Maria Colino Magalhães

Resumo


Este estudo analisa as dinâmicas relacionais de três famílias que possuem crianças em acolhimento institucional na cidade de Belém do estado do Pará, para a compreensão das redes de apoio social. Utilizou-se o método de estudo de casos múltiplos e a triangulação dos dados obtidos a partir de entrevistas semiestruturadas, diário de campo e três ecomapas que demonstravam as redes de apoio social. A discussão dos resultados foi desenvolvida com base em conceitos da teoria familiar sistêmica, por meio de dois eixos temáticos: relações afetivas e rede de apoio social das famílias. Analisaram-se as categorias força, impacto e a qualidade das relações/ligações entre as famílias e os grupos considerados significativos. Conclui-se que o ecomapa auxiliou na análise das características das relações afetivo-significativas e da rede de apoio das famílias, as quais são variadas. As relações/ligações vinculadas ao trabalho e a educação foram fortes, o serviço de saúde pública foi considerado estressante e, observou-se um aumento da frequência com que os membros das famílias participavam de cultos de religiosos após a situação de acolhimento das crianças. Palavras-chave: Acolhimento institucional, Ecomapa, Estudo de caso, Família, Rede de apoio.

Palavras-chave


Acolhimento institucional, Ecomapa, Estudo de caso, Família, Rede de apoio.

Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.5020/23590777.14.1.83-93

Métricas do artigo

Carregando Métricas ...

Metrics powered by PLOS ALM


Licença Creative Commons
Este obra está licenciado com uma Licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional.
Revista Subjetividades, Fortaleza - Ceará- Brasil – E-ISSN: 2359-0777

Desenvolvido por:

Logomarca da Lepidus Tecnologia