Sobre Quimeras Contemporâneas, Ciência e Psicanálise

LEÔNIA CAVALCANTE TEIXEIRA

Resumo


Este escrito assinala algumas vicissitudes subjetivas e sociais advindas da rápida invasão das novas tecnologias reprodutivas no nosso cotidiano, tentando não assumir um olhar preconceituoso e unilateral de defesa ou de ataque, mas optando pela confrontação entre idéias conflitantes como as de Héritier-Augé, de Jean Baudrillard e de Pierre Lévy. É no campo da ética que nossas expectativas, demandas e frustrações precisam ser experienciadas, não sendo extirpadas as idéias mais preciosas que nos sustentam enquanto humanos: vida, morte, desamparo e erotismo, para que não sejamos seduzidos e aprisionados pelas quimeras* que nós mesmos estamos criando.

Palavras-chave


ciência; contemporâneo; cultura; ética; genética

Texto completo:

PDF

Métricas do artigo

Carregando Métricas ...

Metrics powered by PLOS ALM




Licença Creative Commons
Este obra está licenciado com uma Licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional.
Revista Subjetividades, Fortaleza - Ceará- Brasil – E-ISSN: 2359-0777

Desenvolvido por:

Logomarca da Lepidus Tecnologia