Enquanto a Gente Espera: Histórias de Saúde-doenças-cuidados em uma Unidade Básica de Saúde

Carlos Winston Guedes Bezerra, Lucy Mary Barros Siqueira

Resumo


A proposta de humanização no Sistema Único de Saúde (SUS) prima por valorizar o envolvimento dos sujeitos em seus processos de produção de saúde, não entendida simplesmente como ausência de doenças, mas mantendo relações com os aspectos sociais, econômicos e culturais da população. Portanto, acreditamos que a clínica aí pensada deve se deslocar do/para o sujeito para uma clínica com os sujeitos, em que o ato de cuidar perpasse o vínculo, a escuta, a comunicação e a corresponsabilização dos envolvidos. Com isso, desenvolvemos um trabalho grupal de sala de espera na Unidade Básica de Saúde (UBS) do bairro Cruzeiro, em Carnaubal - CE de junho de 2010 a novembro de 2012. Objetivamos com essa prática: apresentar aspectos do trabalho grupal em sala de espera com enfoque na educação popular em saúde e propor a contação de histórias como um instrumento de trabalho na Atenção Básica (AB). O trabalho se centrou nos ditos e nas histórias de saúde-doençascuidados que os participantes compartilharam nos encontros, coletadas por nós a partir de apontamentos in loco que serviram para alicerçar os conteúdos e as histórias mnemicamente trabalhadas e que se tornaram o material final de nossa discussão, análise e interpretação. Concluímos que a sala de espera pode ser um espaço continente de conversação, reflexão e compartilhamento de experiências entre os sujeitos (usuários e profissionais), em que estes podem dar voz ao seu pensar, despertar associações entre suas histórias e contribuir para a circularidade do saber sobre seus processos de saúde-doenças-cuidados.

Palavras-chave


sala de espera; humanização; saúde; doença; educação popular em saúde.

Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.5020/23590777.14.2.217-224

Métricas do artigo

Carregando Métricas ...

Metrics powered by PLOS ALM


Licença Creative Commons
Este obra está licenciado com uma Licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional.
Revista Subjetividades, Fortaleza - Ceará- Brasil – E-ISSN: 2359-0777

Desenvolvido por:

Logomarca da Lepidus Tecnologia