Revisão histórica e psicossocial das ideologias sexuais e suas expressões

Dilcio Dantas Guedes

Resumo


Trata-se de um ensaio sobre as formas de interações afetivas e sexuais entre homens e mulheres e entre pessoas do mesmo sexo em diferentes civilizações do mundo Ocidental e Oriental. Objetivouse descrever e articular os modos de interatividade afetiva e os modos como a sexualidade manisfesta-se em diferentes épocas da História. Também procurou-se sublinhar a expressão desses modos de interatividade através do fundo sócio-político que os permeia. Nesse percurso, o ensaio apresenta algumas influências no modo de subjetivação do sujeito contemporâneo, descreve como as pessoas uniam-se, qual o sentido do casamento e do divórcio, as práticas sexuais regulamentadas e o significado dessas práticas nas civilizações das Idades Antiga, Média, Moderna e Contemporânea. A pesquisa bibliográfica aponta que modelos de amor romântico e sua expressão constituem-se por diferentes mecanismos culturais, sociais e políticos no decorrer da História. A sexualidade entre homens e mulheres e entre pessoas do mesmo sexo também é compreendida à luz dos mecanismos ideológicos de diferentes épocas. Longe de tecer conclusões, o ensaio aponta elementos que possibilitam uma maior compreensão do sentido do envolvimento amoroso e sexual seja qual for a orientação do desejo dos indivíduos em uma dimensão histórica, antropológica, social e psicológica.

Palavras-chave


Afeto. Sexualidade. História. Ideologia. Subjetividade.

Texto completo:

PDF

Métricas do artigo

Carregando Métricas ...

Metrics powered by PLOS ALM




Licença Creative Commons
Este obra está licenciado com uma Licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional.
Revista Subjetividades, Fortaleza - Ceará- Brasil – E-ISSN: 2359-0777

Desenvolvido por:

Logomarca da Lepidus Tecnologia