O mal-estar na docência em tempos líquidos de modernidade

Edgar Zanini Timm, Claus Dieter Stobäus

Resumo


Partindo da constatação de que o magistério não fica imune ao mal-estar que se experimenta atualmente, o artigo alinha-se à compreensão de que as condições do mal-estar na docência precisam ser problematizadas; afirmando que é possível ao professor lidar com o fenômeno, ao estar consciente da sua responsabilidade em seu processo de auto-subjetivação, desenvolvendo-se em termos de autoimagem e de autoestima, para que melhor movimente-se, renove e amplie o compromisso de cuidar de si em uma perspectiva diferenciada.

Palavras-chave


Docência. Mal-estar docente. Bem-estar docente. Auto-imagem. Auto-estima

Texto completo:

PDF

Métricas do artigo

Carregando Métricas ...

Metrics powered by PLOS ALM




Licença Creative Commons
Este obra está licenciado com uma Licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional.
Revista Subjetividades, Fortaleza - Ceará- Brasil – E-ISSN: 2359-0777

Desenvolvido por:

Logomarca da Lepidus Tecnologia