Experiências Discursivas na Universidade: O saber e os Discursos

Vitor Ferrari, Frédéric Pellion

Resumo


Tentaremos com este artigo abordar as diversas modalidades de se operar com o saber na universidade focando nossa análise no âmbito do ensino universitário. Para tal realizamos um breve histórico das formas de lidar com o saber na universidade. Contemplando neste histórico as formas de lidar com o saber na universidade medieval e na universidade moderna. Elencamos como instrumento para esta empreitada a psicanálise, devido à visão proporcionada acerca da operacionalização do saber. Especificamente elegemos a teoria dos quatro discursos(mestre, universitário, histérica, analista) de Lacan como instrumento de leitura no que se refere à operacionalização do saber na universidade moderna. Deste modo analisaremos a produção e transmissão do saber no âmbito das experiências discursivas na universidade. Esta análise foi realizada a partir das quatro posições proporcionadas pelos quatro discursos que por sua vez estabelecem distintas relações com o saber e a verdade. Atribuiremos atenção especial às relações com o saber estabelecidas na universidade através do discurso do analista e do discurso universitário. Enfatizaremos os obstáculos na evolução do saber no que se refere à produção e transmissão do saber na universidade em determinadas estruturas discursivas presentes no âmbito universitário. Posteriormente explicitaremos a importância da circularidade das estruturas discursivas na operacionalização do saber na universidade tendo como objetivo sua evolução no que se refere à produção e transmissão.

Palavras-chave


universidade, saber, produção, psicanálise, discursos

Texto completo:

PDF

Métricas do artigo

Carregando Métricas ...

Metrics powered by PLOS ALM


Licença Creative Commons
Este obra está licenciado com uma Licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional.
Revista Subjetividades, Fortaleza - Ceará- Brasil – E-ISSN: 2359-0777

Desenvolvido por:

Logomarca da Lepidus Tecnologia