O Significado do Carro e a Mobilidade Cotidiana

Sylvia Cavalcante

Resumo


Este estudo quanti-qualitativo objetivou conhecer os padrões de mobilidade cotidiana adotados pelos frequentadores de uma universidade privada, bem como compreender o significado que os participantes atribuem ao carro. Para sua viabilização foram aplicados 600 questionários e realizados cinco grupos focais com 39 sujeitos. A investigação ocorreu entre os meses de novembro de 2009 e janeiro de 2010. No tratamento e análise das informações coletadas foram utilizadas duas estratégias: estatística descritiva para os dados quantitativos e Análise de Conteúdo baseada em Bardin, para os dados qualitativos. Os resultados ressaltaram que a maioria dos entrevistados locomove-se predominantemente de automóvel particular, escolha que é motivada principalmente por uma percepção acentuada de risco de violência. Ademais, o carro é compreendido a partir de atributos objetivos e subjetivos: além de atender as necessidades de locomoção de seus usuários, condicionadas pela vida e pelo contexto citadino onde habitam, confere aos entrevistados "status" social e sentimentos de poder e liberdade.

Palavras-chave


Mobilidade cotidiana, significado do carro, pesquisa quanti-qualitativa.

Texto completo:

PDF

Métricas do artigo

Carregando Métricas ...

Metrics powered by PLOS ALM


Licença Creative Commons
Este obra está licenciado com uma Licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional.
Revista Subjetividades, Fortaleza - Ceará- Brasil – E-ISSN: 2359-0777

Desenvolvido por:

Logomarca da Lepidus Tecnologia