Wo Es war, soll Ich werden: Traduções e Consequências Teóricas

Juliana Bartijotto, Leda Verdiani Tfouni, Paula Chiaretti

Resumo


O presente artigo busca compreender os desdobramentos que uma análise discursiva do enunciado freudiano Wo Es war, soll Ich werden e de suas diferentes traduções produzem no campo teórico da Psicanálise. Para tanto, tomamos o enunciado como uma máxima que possui características linguísticas (semânticas e sintáticas) que não são indiferentes à produção de sentido. Buscamos demonstrar de que modo diferentes interpretações, com consequências teóricas distintas, se produzem na obra freudiana, especialmente no que diz respeito à constituição do sujeito a partir da linguagem, quando esse enunciado é traduzido para o português e para o francês.

Palavras-chave


psicanálise; tradução; sujeito.

Texto completo:

PDF/A

Referências


Campos, H. (1995). Barrocolúdio: Transa Chim? In O. Cesarotto. (Org.), Ideias de Lacan (pp. 163-174). São Paulo: Iluminura.

Chemamma, R. (2002). Elementos lacanianos para uma psicanálise no cotidiano. Porto Alegre: CMC Editora.

Dunker, C. (2012). O dever de dizer e o dever de calar. Stylus, (24), 93-102. Retrieved from http://pepsic.bvsalud.org/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1676-157X2012000100010

Fernandes, M. B. S. (2011) Breve abordagem da categoria discursiva modalidade. Revista da Academia Brasileira de Filologia, 1(9), pp. 157-169. Retrieved from www.filologia.org.br/abf/rabf/9/157.pdf

Freud, S. (1996). Novas conferências introdutórias sobre psicanálise. In J. Strachey (Ed.), Edição Standard Brasileira das Obras Completas de Sigmund Freud (Vol 22. pp 15-175). Rio de Janeiro: Imago. (Originalmente publicado em 1933).

Freud, S. (2010a). Novas conferências introdutórias à psicanálise e outros textos. In P. C. Souza, Edição Obras Completa de Sigmund Freud (Vol. 18, pp. 90-223). Rio de Janeiro: Imago. (Originalmente publicado em 1933).

Freud, S. (2010b). O Eu e o Id. In P. C. Souza, Edição Obras Completa de Sigmund Freud (Vol. 16, pp. 9-135). Rio de Janeiro: Companhia das Letras. (Originalmente publicado em 1923).

Freud, S. (2010c). Além do princípio do prazer. In P. C. Souza, Edição Obras Completa de Sigmund Freud (Vol. 14, pp.121-178). Rio de Janeiro: Companhia das Letras (Originalmente publicado em 1920).

Garcia-Roza, L. A (2009). Freud e o inconsciente. Rio de Janeiro: Jorge Zahar.

Guimarães, E. R. J. (1979) Modalidade e argumentação linguística: Análise de enunciados no passado em língua portuguesa (Tese de Doutorado). Universidade de São Paulo.

Lacan, J. (1961-1962). Le séminaire 9: L’identification. Retrieved from http://staferla.free.fr/S9/S9%20L’IDENTIFICATION.pdf

Lacan, J. (1966). Écrits. Paris: Édition du Seuil.

Lacan, J. (1985). O seminário, livro 11: Os quatro conceitos fundamentais da psicanálise. Rio de Janeiro: Jorge Zahar. (Originalmente publicado em 1964-1965).

Lacan, J. (1992) O seminário, livro 17: Avesso da Psicanálise. Rio de Janeiro: Jorge Zahar. (Originalmente publicado em 1969-1970).

Lacan, J. (1998). Escritos. Rio de Janeiro: Jorge Zahar.

Lacan, J. (1998a). Variantes do tratamento-padrão. In J. Lacan, Escritos (pp. 325-364). Rio de Janeiro: Jorge Zahar. (Originalmente publicado em 1955).

Lacan, J. (1998b). A coisa freudiana. In J. Lacan, Escritos (pp. 402-437). Rio de Janeiro: Jorge Zahar. (Originalmente publicado em 1956).

Lacan, J. (1998c). A instância da letra no inconsciente ou a razão desde Freud. In J. Lacan, Escritos (pp. 496-533). Rio de Janeiro: Jorge Zahar. (Originalmente publicado em 1957).

Lacan, J. (1998d). A direção do tratamento e os princípios de seu poder. In J. Lacan, Escritos (pp. 591-652). Rio de Janeiro: Jorge Zahar. (Originalmente publicado em 1958).

Lacan, J. (1998e). Subversão do sujeito e dialética do desejo no inconsciente freudiana. In J. Lacan, Escritos (pp. 843-864). Rio de Janeiro: Jorge Zahar. (Originalmente publicado em 1960).

Lacan, J. (1998f). Posição do inconsciente. In J. Lacan, Escritos (pp. 843-864). Rio de Janeiro: Jorge Zahar. (Originalmente publicado em 1960).

Lacan, J. (1998g). A ciência e a verdade. In J. Lacan, Escritos (pp. 869-892). Rio de Janeiro: Jorge Zahar. (Originalmente publicado em 1966).

Lacan, J. (1999) O seminário, livro 5: Formações do inconsciente. Rio de Janeiro: Jorge Zahar. (Originalmente publicado em 1957-1958).

Lacan, J. (2003). Joyce, o Sintoma. In J. Lacan, Outros escritos (pp. 560-566). Rio de Janeiro: Jorge Zahar. (Originalmente publicado em 1979).

Lacan, J. (2009) O seminário, livro 9: A identificação. Recife: Centros de Estudos Freudianos (CEF). (Originalmente publicado em 1961-1966).

Lacan, J. (2011). O Seminário, livro 14: A lógica da fantasia. Recife: Centros de Estudos Freudianos (CEF). (Originalmente publicado em 1966-1967).

Lacan, J. (2015) O Seminário, livro 6: O desejo e sua interpretação. Rio de Janeiro: Jorge Zahar. (Originalmente publicado em 1958-1959)

Milner, J.-C. (2014) Wo Es war... la lalangue: Entrevista com Jean-Claude Milne por Danièle Lévy e Serge Reznik. Analytica, 5(3), 6-19. Retrieved from http://pepsic.bvsalud.org/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S2316-51972014000200002.

Gutierrez, E. O verbo sollen. (2012). Quero aprender alemão. Retrieved from http://www.aprenderalemao.com/2012/01/o-verbo-sollen.html.

Pêcheux, M. (1988) Semântica e Discurso: Uma crítica à afirmação do óbvio. Campinas: Unicamp. (Originalmente publicado em 1975)

Pêcheux, M. (2002) O discurso: Estrutura ou acontecimento?. Campinas: Pontes. (Originalmente publicado em 1983)

Reboul, O. (1975) O Slogan. São Paulo: Cultrix.

Tavares, P. H. M. B. (2010) A língua alemã em Freud: E Eu com Isso? Mal-estar na Cultura: Visões caleidoscópicas da vida contemporânea, vol. 1, pp 1-10. Recuperado de http://www.ufrgs.br/difusaocultural/adminmalestar/documentos/arquivo/00%20-%20Tavares%20a%20lingua%20alema%20em%20freud.pdf

Valas, P. (2015). La fin d’analyse. Retrieved from http://www.valas.fr/Patrick-Valas-Wo-Es-War-Soll-Ich-Werden,294

Tfouni, L. V (2010). Letramento e Alfabetização. Campinas: Cortez.




DOI: http://dx.doi.org/10.5020/23590777.rs.v19i3.e8267

Métricas do artigo

Carregando Métricas ...

Metrics powered by PLOS ALM


Licença Creative Commons
Este obra está licenciado com uma Licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional.
Revista Subjetividades, Fortaleza - Ceará- Brasil – E-ISSN: 2359-0777

Desenvolvido por:

Logomarca da Lepidus Tecnologia