Diferenças Conceituais entre o Inconsciente Freudiano e Lacaniano no Caso Miss Lucy R.

Janderson Andrade Rodrigues, Mario Fleig, Marta Regina de Leão D'Agord

Resumo


O presente artigo, ao apresentar o caso Miss Lucy R., busca descrever as matrizes do conceito de inconsciente presentes nos processos descritos por Freud, considerados como responsáveis pela formação dos sintomas apresentados por Miss Lucy R., isto é, as sensações olfatórias persistentes de “torta queimada” e de “fumaça de charuto”, por meio da alegoria arqueológica do inconsciente, tal como a concebeu o autor. Em seguida, os sintomas foram submetidos a uma análise realizada em termos significantes, baseada na formulação lacaniana de que o inconsciente é estruturado como uma linguagem. A análise permitiu acompanhar os deslizamentos metonímicos e as substituições metafóricas presentes nos sintomas exibidos por Miss Lucy R., os quais podem ser lidos como os “sentimentos cálidos” sobre os quais ela nada queria saber. Em seguida, contrastaram-se diferenças conceituais presentes nos modelos explicativos de Freud e de Lacan acerca da noção de inconsciente. Ao final, podem-se destacar algumas contribuições lacanianas à psicanálise com relação à importação do modelo linguístico.

Palavras-chave


inconsciente; Miss Lucy R.; Freud; Lacan; linguagem.

Texto completo:

PDF/A

Referências


Andrade, L. F. G. (2016). A revolução lacaniana: um novo Freud? In L. F. G. Andrade, Lacan: um novo Freud? O paradigma lacaniano e seu alcance clínico (pp. 21-128). São Paulo: Annablume.

Freud, S. (2013). Sobre a concepção das afasias: Um estudo crítico (E. B. Rossi, trad.). Belo Horizonte, MG: Autêntica. (Originalmente publicado em 1891).

Freud, S., & Breuer, J. (2008). Estudios sobre la histeria. In S. Freud, Obras completas Sigmund Freud (J. L. Etcheverry, trad., Vol. 2, pp. 124-140). Buenos Aires: Amorrortu. (Originalmente publicado em 1895).

Freud, S., & Breuer, J. (1970). Studien über Hysterie. Frankfurt: Fischer Taschenbuch Verlag. (Originalmente publicado em 1895).

Freud, S. (1996). A etiologia da histeria. In J. Strachey (Ed.), Edição Standard Brasileira das Obras Psicológicas Completas de Sigmund Freud (Vol. 3, pp. 93-116). Rio de Janeiro: Imago. (Originalmente publicado em 1896),

Freud, S. (1989). Construcciones en el análisis. In S. Freud, Obras completas Sigmund Freud (J. L. Etcheverry, trad., Vol. 23, pp. 255-270). Buenos Aires: Amorrortu. (Originalmente publicado em 1937),

Jakobson, R. (2008). Dois aspectos da linguagem e dois tipos de afasia. In R. Jakobson, Linguística e comunicação (pp. 34-62). São Paulo: Cultrix. (Originalmente publicado em 1954).

Lacan, J. (2008). O Seminário, livro 11: Os quatro conceitos fundamentais da psicanálise (1964). Rio de Janeiro: Jorge Zahar.

Lacan, J. (1998). A instância da letra no inconsciente ou a razão desde Freud. In

J. Lacan, Escritos (pp. 496-533). Rio de Janeiro: Jorge Zahar. (Originalmente publicado em 1957).

Lacan, J. (2016). O Seminário, livro 6: O desejo e sua interpretação (1958-59). Rio de Janeiro: Jorge Zahar.

Pontes, S., & Calazans, R. (2017). Legado Estruturalista em Lacan. Psicologia: Ciência e Profissão, 37(3), 738-752. doi: 10.1590/1982-3703002952016

Triska, V. H. C., & D’Agord, M. R. de L. (2018). As raízes científicas da topologia estrutural de Lacan. Ágora: Estudos em Teoria Psicanalítica, 21(2), 224-232. doi: 10.1590/s1516-14982018002008

Wahrig-Burfeind, R. (2011). Dicionário semibilíngue para brasileiros. São Paulo, SP: WMF Martins Fontes.

Winograd, M. (2013). Freud e a fábrica da alma: Sobre a relação corpo-psiquismo em psicanálise. Curitiba, PR: Appris.




DOI: https://doi.org/10.5020/23590777.rs.v20i2.e9379

Métricas do artigo

Carregando Métricas ...

Metrics powered by PLOS ALM


Licença Creative Commons
Este obra está licenciado com uma Licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional.
Revista Subjetividades, Fortaleza - Ceará- Brasil – E-ISSN: 2359-0777

Desenvolvido por:

Logomarca da Lepidus Tecnologia