Robôs como Pessoas: a personalidade eletrônica na Robótica e na Inteligência Artificial

Sergio Marcos Carvalho Avila Negri

Resumo


O presente trabalho procura investigar a proposta de criação da personalidade jurídica (eletrônica) para robôs com Inteligência Artificial a partir da resolução do parlamento europeu com orientações sobre Direito Civil e Robótica. Destacam-se, para tanto, os vários riscos e problemas presentes nesse tipo de iniciativa, tendo em vista, principalmente, a tendência atual de ampliação da subjetividade jurídica em vários ordenamentos. Além da retórica antropomórfica, nota-se a prevalência de uma linha pragmática que procura se pautar, principalmente, no modelo da sociedade limitada personificada sem levar em conta, contudo, problemas presentes no processo de personificação das sociedades e a própria função do termo pessoa jurídica na gramática do Direito.

Palavras-chave


personalidade jurídica , robótica, Inteligência Artificial

Texto completo:

PDF/A PDF/A


DOI: https://doi.org/10.5020/2317-2150.2018.10178

Métricas do artigo

Carregando Métricas ...

Metrics powered by PLOS ALM




Pensar: Rev. Pen., Fortaleza, CE, Brasil. e-ISSN: 2317-2150 Licença Creative Commons
Este trabalho foi licenciado com uma Licença Creative Commons - Atribuição-NãoComercial 3.0 Não Adaptada.

Desenvolvido por:

Logomarca da Lepidus Tecnologia