Considerações sobre a aplicação da teoria da perda de uma chance na responsabilidade civil do médico. Doi: 10.5020/2317-2150.2015.v20n3p767

Eduardo Nunes de Souza

Resumo


A teoria da perda de uma chance, de aplicação excepcional, não se coaduna com a responsabilidade civil médica, na medida em que sua verificação é muito mais complexa nas hipóteses em que ocorre um dano concreto (como acontece, via de regra, nos casos de responsabilidade do médico), e levando-se em conta que sua aplicação nesta seara muito se aproxima da lógica do erro médico (de todo indesejável, já que obscurece a importância da aferição da culpa profissional por meio de um juízo de valor feito a posteriori sobre o dano sofrido pelo paciente).

Palavras-chave


Perda de uma chance. Responsabilidade civil médica. Erro médico.

Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.5020/23172150.2012.767-790

Métricas do artigo

Carregando Métricas ...

Metrics powered by PLOS ALM




Pensar: Rev. Pen., Fortaleza, CE, Brasil. e-ISSN: 2317-2150 Licença Creative Commons
Este trabalho foi licenciado com uma Licença Creative Commons - Atribuição-NãoComercial 3.0 Não Adaptada.

Desenvolvido por:

Logomarca da Lepidus Tecnologia