ALCA: seu início e seu destino temas que causam divergências entre governos e negociadores. Doi: 10.5020/2317-2150.2006.v11n1p60

Antônio Walber Matias Muniz

Resumo


O artigo enfoca comércio internacional visualizando livre comércio e integração econômica. Mudanças advindas do processo de globalização da economia tornaram irreversível o surgimento de blocos de comércio tais como UE, CAN, NAFTA MERCOSUL e por último a ALCA (Área de Livre Comércio das Américas). No ambiente da ALCA objetiva o presente estudo responder sobre sua formação,sobre seu destino e sobre os obstáculos no processo de negociação envolvendo compras governamentais e acesso a mercados no Brasil. O suporte teórico utilizado no estudo advém da teoria clássica de Comércio Internacional, Integração de blocos econômicos e processo de negociação para a formação da ALCA. Pesquisa bibliográfica e documental foi a metodologia utilizada. Conclui-se que o processo de negociação do acordo de livre comércio entre os 34 países, na busca pela justiça social, no dizer de Celso Amorim, deve ser verdadeiramente livre, nos dois sentidos.

Palavras-chave


Livre Comércio. Integração econômica. ALCA.

Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.5020/23172150.2012.60-67

Métricas do artigo

Carregando Métricas ...

Metrics powered by PLOS ALM




Pensar: Rev. Pen., Fortaleza, CE, Brasil. e-ISSN: 2317-2150 Licença Creative Commons
Este trabalho foi licenciado com uma Licença Creative Commons - Atribuição-NãoComercial 3.0 Não Adaptada.

Desenvolvido por:

Logomarca da Lepidus Tecnologia