Aspectos constitucionais da integração sul-americana –- as políticas e estratégias nos governos FHC, Lula e a ALBA. Doi: 10.5020/2317-2150.2009.v14n1p173

Sérgio Luiz Pinheiro Sant’Anna

Resumo


O processo de integração sul-americana vem passando por um momento de dúvidas e desafios, que tem motivado diversos debates acalorados sobre o seu futuro. No presente artigo analisam-se as dificuldades para o processo de integração, as mudanças na posição do Brasil ao longo dos governos Lula e FHC e perspectivas abertas para o futuro. Com base nas questões tratadas, conclui-se que o atual governo implementou medidas mais concretas para a integração sul-americana, diversificação dos mercados para os nossos produtos, além de estabelecer uma liderança junto a organismos internacionais. Entretanto, o Brasil deve ter um papel mais relevante no cenário internacional, não somente para a defesa dos seus interesses, mas também para promover um equilíbrio mais justo, nas relações entre os povos.

Palavras-chave


Integração da América do Sul. MERCOSUL. ALCA. ALBA. Direito Constitucional.

Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.5020/23172150.2012.97-105

Métricas do artigo

Carregando Métricas ...

Metrics powered by PLOS ALM




Pensar: Rev. Pen., Fortaleza, CE, Brasil. e-ISSN: 2317-2150 Licença Creative Commons
Este trabalho foi licenciado com uma Licença Creative Commons - Atribuição-NãoComercial 3.0 Não Adaptada.

Desenvolvido por:

Logomarca da Lepidus Tecnologia