Análise comparativa da influência da excentricidade da ligação viga-pilar parede em edifícios de concreto armado considerando diferentes coeficientes de restrição à rotação

Pablo Juan Lopes e Silva Santos, Carlos Henrique Leal Viana

Resumo


Dentre as etapas para a elaboração de um projeto estrutural, destaca-se a análise estrutural que é destinada a obter modelos simplificados que representem o comportamento da estrutura de modo mais aproximado ao real. Quando se trata de edifícios de concreto armado, alguns fatores devem ser observados, pois há influência dos esforços horizontais na determinação dos deslocamentos e, consequentemente, da estabilidade global da estrutura. Pois, quanto menos rígida é a estrutura como um todo, maiores serão os deslocamentos, podendo comprometer a estabilidade e causar desconforto na utilização da edificação. Em face disso, o presente trabalho tem como objetivo fazer uma análise comparativa simplificada da influência da excentricidade da ligação viga-pilar parede em dois modelos de edifício de concreto armado a partir da mudança de fatores de restrição à rotação e da largura dos pilares. O desenvolvimento deste trabalho foi realizado a partir da análise dos deslocamentos e do parâmetro de estabilidade global de dez modelos estruturais, variando a excentricidade da ligação viga-pilar parede e o fator de restrição à rotação. Nesse cenário, obteve-se que o aumento percentual total máximo dos deslocamentos entre os modelos com viga centrada e viga excêntrica foi de 133,55% e 10,34% para os dois tipos de edifícios estudados, e que quanto menor o fator de restrição à rotação, maior foi o valor do parâmetro de estabilidade global. Esses resultados demostram a importância da consideração desses fatores na análise estrutural, visando garantir a estabilidade da estrutura e o conforto do usuário.

Texto completo:

PDF

Referências


ALVA, G. M. S. Estudo teórico-experimental do comportamento de nós de pórtico de concreto armado submetidos a ações cíclicas. São Carlos. 218p. Tese (Doutorado)–Escola de Engenharia de São Carlos. Universidade de São Paulo, 2004.

ARAÚJO, J. M. Curso de concreto armado. Porto Alegre: Dunas, 2014.

ASSOCIAÇÃO BRASILEIRA DE NORMAS TÉCNICAS. NBR 6118: Projeto de estruturas de concreto armado – Procedimento. Rio de Janeiro, 2014.

ASSOCIAÇÃO BRASILEIRA DE NORMAS TÉCNICAS. NBR 6123: Forças devidas ao vento em edificações. Rio de Janeiro, 1988.

ASSOCIAÇÃO BRASILEIRA DE NORMAS TÉCNICAS. NBR 9062: Projeto e execução de estruturas de concreto pré-moldado. Rio de Janeiro, 2017.

BERTERO, Vitelmo V.; POPOV, E. P. Seismic Behavior of Ductile Moment-Resisting Reinforced Concrete Frames. Special Publication, v. 53, p. 247-292, 1977.

DINIZ, Carlos Wilson da Silva et al. Estabilidade global de estrutura de edifícios considerando a influência da excentricidade na ligação viga-pilar parede. Maceió, 2017. 128 f. Dissertação (Mestrado). Universidade Federal de Alagoas. Maceió, 2017.

FRANCO, M.; VASCONCELOS, A.C. (1991). Practical assessment of second order effects in tall buildings. In: COLOQUIUM ON THE CEB-FIP MC90, 1991, Rio de Janeiro. Anais.

KIMURA, Alio. Informática aplicada em estruturas de concreto armado: cálculo de edifícios com o uso de sistemas computacionais. São Paulo: PINI, 2007.

LINS, F. F. V. Contribuição à avaliação da estabilidade global e pré-dimensionamento de pórticos planos em concreto pré-moldado. 2013. 203f. Dissertação (Mestrado) – Escola de Engenharia de São Carlos, Universidade de São Paulo, São Carlos, SP. 2013.

LIMA, J. S. Verificações da punção e da estabilidade global em edifícios de concreto: desenvolvimento e aplicação de recomendações normativas. São Carlos. Dissertação (Mestrado) - Escola de Engenharia de São Carlos, Universidade de São Paulo, São Carlos, SP. 2001.

MONCAYO, W. J. Z. Análise de segunda ordem global em edifícios com estrutura de concreto armado. 2011. 221 p. Dissertação (Mestrado) - Escola de Engenharia de São Carlos, Universidade de São Paulo, São Carlos, SP. 2011

OLIVEIRA, D. M. Estudo dos processos aproximados utilizados para a consideração das não-linearidades físicas e geométricas na análise global das estruturas de concreto armado. Belo Horizonte, 2007. 297 f. Tese (Doutorado). Universidade Federal de Minas Gerais. Belo Horizonte, 2007.

PINTO, R. S. (1997). Não-linearidade física e geométrica no projeto de edifícios usuais de concreto armado. 108p. Dissertação (Mestrado) – Escola de Engenharia de São Carlos, Universidade de São Paulo, São Carlos, 1997.

SCADELAI, M. A. Dimensionamento de pilares de acordo com a NBR 6118:2003. (2004). 124f. Dissertação (Mestrado) – Escola de Engenharia de São Carlos, Universidade de São Paulo, São Carlos, 2004.

STRAMANDINOLI, R. S. B. Modelo de elementos finitos para análise não linear física e geométrica de vigas e pórticos planos de concreto armado. (2007). 238f. (Doutorado em Engenharia Civil) –Universidade Federal de Santa Catarina, Florianópolis, 2007.




DOI: http://dx.doi.org/10.5020/23180730.2020.10230

Métricas do artigo

Carregando Métricas ...

Metrics powered by PLOS ALM




Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada com uma Licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional.
Revista Tecnologia, Fortaleza - Ceará- Brasil – E-ISSN: 2318-0730

Desenvolvido por:

Logomarca da Lepidus Tecnologia