Utilização de melaço de soja (resíduo) da produção de proteína de soja para a geração de biometano em reator UASB (Upflow Anaerobic Sludge Blanket)

Brenda Clara Gomes Rodrigues, Bruna Sampaio de Mello, Gustavo H. Ribeiro da Silva, Maria L. Gonsales da C. Araújo, Arnaldo Sarti

Resumo


A produção de biogás a partir da digestão anaeróbia de resíduos e subprodutos agroindustriais está conquistando cada vez mais destaque no cenário econômico, devido, principalmente, à produção de bioenergia por meio do reaproveitamento do biometano. Nesse contexto, o objetivo deste estudo foi avaliar o potencial de produção de biogás (biometano) a partir do melaço de cana, um subproduto da produção de proteína de soja, com aplicação de reator anaeróbio de manta de lodo (UASB), cuja tecnologia é consolidada para a digestão anaeróbia. O reator de bancada (12 L) foi alimentado com melaço de soja, substrato para cinco condições operacionais (0,28 kgDQO.m-3.d-1 a 3,91 kgDQO.m-3.d-1), aumentando-se, de forma gradual, a concentração do substrato em termos de demanda química de oxigênio (DQO) de 500 a 4.000 mgO2.L-1. Além disso, testaram-se diferentes tempos de detenção hidráulicos, de 48h e 24h. Durante o período experimental (122 dias), verificou-se remoção média de matéria orgânica, de 77 a 83 % em termos de DQOtotal, com produção máxima de biogás de 1,82 L.d-1. Os resultados obtidos no trabalho permitem viabilizar a utilização do melaço de soja, substrato ainda não estudado, para a produção de biometano. Dessa forma, uma destinação mais adequada do melaço de soja pode ser aplicada para a atual queima em caldeiras da quase totalidade gerada na produção de proteína de soja

Texto completo:

PDF

Referências


ABUDI, Z. N.; SUN, N., XIAO, B.; RAJAA N., LIU, C., GUO, D. Batch anaerobic co-digestion of OFMSW (organic fraction of municipal solid waste), TWAS (thickened waste activated sludge) and RS (rice straw): Influence of TWAS and RS pretreatment and mixing ratio. Energy, v. 107, p. 131 – 140, 2016.

ADORNO, M.; HIRASAWA, J.; VARESCHE, M.. Development and validation of two methods to quantify volatile acids. Am. J. Anal. Chem. vol 5, p. 406–414. 2014.

APHA, AWWA, WPCF. Standard Methods for the examination of water and wastewater. American Public Health Association, Washington, Ed 19, 1995.

CHENG, C.; ZHOU, Y., LIN, M.; WEI, P.; YANG, ST.. Polymalic acid fermentation by Aureobasidium pullulans for malic acid production from soybean hull and soy molasses: Fermentation kinetics and economic analysis. Bioresource Technology, v. 23, p. 166–174, 2017.

CHERNICHARO, C. A. L. Princípio do Tratamento Biológico de Águas Residuárias – Reatores Anaeróbios. Departamento de Engenharia Sanitária e Ambiental – DESA/UFMG, Belo Horizonte, Ed 2, v. 5, p. 380, 2007.

CRIBARI, B. S. Secagem térmica do lodo de esgoto gerado em uma estação de tratamento do tipo UASB + biofiltro aerados submersos. 2004 121 f. Dissertação (Mestrado em Engenharia Ambiental) – Universidade Federal do Espírito Santo, Vitória..

DILALLO, R.; ALBERTSON, O. E. Volatile acids by direct tritation. Journal WPCF, v. 33, p. 356-365, 1961.

EVANS, A., STREZOV, V.; EVANS, T.J. Sustainability considerations for electricity generation from biomass. Renewable and Sustainable Energy Reviews, v. 14, p. 1419–1427, 2010.

FALK, H. M. Monitoring the anaerobic digestion process. Tese (Doctor Biochemical Eng.) – Jacobs University, Bremen, 2011.

FAO/OECD. OECD-FAO Agricultural Outlook 2016-2025. OECD Publishing, Paris, 2016.

FERREIRA, P. Pioneirismo mundial troca resíduos de soja por soluções. Inovação em Pauta, v. 3, p. 41-43, 2008.

FIESP. Safra Mundial de Soja 2018/19 – 3º Levantamento do USDA. Informativo DEAGRO, Julho 2017.

IMCOPA. Texto sobre a soja. Disponível em: . Acesso em: 24 de Março de 2017.

KAMDEM, L.; TOMEKPE, K.; THONART, P. Production potentielle de bioéthanol, de biométhane et de pellets a' partir desde'chets de biomasse lignocellulosique du bananier (Musa spp.) au Cameroun. Biotechnol Agron Soc Environ, v. 15 (3), p. 461–73, 2011.

KUS, F.; WIESMANN, U. Degradation kinetics of acetate and proprionate by immobilized anaerobic mixed cultures. Water Research, v. 29, n. 6, p. 1437-1443, 1995.

LUIZ ALBERTO JUNIOR LETTI, L. A. J.; KARP S.G.; WOICIECHOWSKI, A. L.; SOCCOL, R.C. Ethanol production from soybean molasses by Zymomonas mobilis.Biomass and Bioenergy, v. 44, p. 80-86, 2012.

LI, J.; YU, L.; YU, D.; WANG, D.; ZHANG, P.; JI, Z.. Performance and granulation in an upflow anaerobic sludge blanket (UASB) reactor treating saline sulfate wastewater. Biodegradation, v. 25, p. 127–136, 2014.

LIU, Y.; ZHANG, Y.; NI, B. Zero valent iron simultaneously enhances methane production and sulfate reduction in anaerobic granular sludge reactors. Water Research, v. 75, p. 292–300, 2015.

MAPA (Ministério da Agricultura Pecuária e Abastecimento). Projeções do agronegócio: Brasil 2014/15 a 2024/25. Projeções de Longo Prazo, Brasília/DF, Ed 6, 2015.

NOYOLA, A.; MORGAN-SAGASTUME, J. M.; LÓPEZ-HERNÁNDEZ, J. E. Treatment of biogas producedin anaerobic reactors for domestic wastewater: odour control energy/resource recovery. Reviews in Environmental Sciences and Bio/Technology, v. 5, p. 93- 114, 2006.

NETO, J. G. et al. Quantificação de Biogás em Reatores Anaeróbios através do Método de Deslocamento de Volume de Água. REA – Revista de estudos ambientais, v. 16, n. 1, p. 45–53, 2014.

OBENDORF, R. L.; KOSINA, S. M. Soluble Carbohydrates in Soybean. T.-B. Ng (Ed.). Soybean – Biochemistry, Chemistry and Physiology. In Tech, p 201–228, 2011.

ONU. Rio +20 o futuro que queremos. Departamento de Informação Pública das Nações Unidas, Rio de Janeiro, 2012.

RIPLEY, L. E.; BOYLE, W. C.; CONVERSE, J. C. Improved alkalimetric monitoring for anaerobic digestion of high-strength wastes. Journal WPCF, v. 58, p. 406-411, 1986.

SILVA, C. R. Remoção de galactooligossacarídeos em melaço de soja para obtenção de produtos de interesse industrial. 60 f. 2010.Tese (Doctor Scientiae) – Universidade Federal de Viçosa, Viçosa.

SILVA, G. H. R.; NOUR, E. A. A. Reator compartimentado anaeróbio/aeróbio: sistema de baixo custo para tratamento de esgotos de pequenas comunidades. Revista Brasileira de Engenharia Agrícola e Ambiental, v. 9, n. 2, p. 268-275, 2005.

SIQUEIRA, P. F., KARP S.G.; CARVALHO J. C.; WILERSON, S.; RODRÍGUEZ-LEÓN, J.A. JEAN-LUC, T.; SINGHANIA, R. R.; PANDEY, A.; SOCCOL, R.C. Production of bio-ethanol from soybean molasses by Saccharomyces cerevisiae at laboratory, pilot and industrial scales. Bioresource Technology, v. 99, p. 8156–8163, 2008.

SPECEE, R.E., 1983. Anaerobic biotechnology for industrial wastewater treatment. Environ. Sci. Technol. 17, 416A-427ª.

YANG, S. T.; YU, M. Integrated biorefinery for sustainable production of fuels, chemicals and polymers. Bioprocessing Technologies in Biorefinery for Sustainable Production of Fuels, Chemicals and Polymers, p. 1–26, Cap. 1, 2013.




DOI: https://doi.org/10.5020/23180730.0.10910

Métricas do artigo

Carregando Métricas ...

Metrics powered by PLOS ALM


Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada sob uma licença Creative Commons Atribuição - NãoComercial 4.0 Internacional.

Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada com uma Licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional.
Revista Tecnologia, Fortaleza - Ceará- Brasil – E-ISSN: 2318-0730

Desenvolvido por:

Logomarca da Lepidus Tecnologia