Comportamento corrosivo de aços inoxidáveis utilizados como revestimentos em refinarias de petróleo.

Alex Maia do Nascimento, Ana Vládia Cabral Sobral Santiago, Hosiberto Batista de Sant’Ana, João Paulo Sampaio Eufrásio Machado, Cleiton Carvalho Silva

Resumo


Várias são as operações unitárias utilizadas na indústria do petróleo nos processos de separação, citam-se: destilação, absorção, adsorção, dentre outros. Dentre estes, o mais
importante é o processo de destilação, que representa o coração da indústria petrolífera.
Dada às características intrínsecas do petróleo pesado nacional (composição, presença de contaminantes, etc), este propicia condições favoráveis para aumento da cinética dos
processos de corrosão. Este fator intervém diretamente na escolha dos materiais a serem instalados. No presente trabalho, foi estudada a influência do petróleo pesado nacional
na corrosão do aço inoxidável AISI 444 e do AISI 304. Buscando entender o efeito da temperatura na corrosão do referido aço, foram realizados tratamentos térmicos em três
níveis de temperatura (200, 300 e 400ºC) em períodos de 4 horas. Para a caracterização das amostras após os ensaios, foram utilizadas a microscopia eletrônica de varredura (MEV)
e a análise de energia dispersiva de raios-X (EDAX). Os resultados evidenciaram a presença de trincas da camada de óxido superficial, o que ocasionou uma perda na resistência à
corrosão do material.

Palavras-chave


Aço inoxidável, AISI 444, petróleo.

Texto completo:

PDF

Métricas do artigo

Carregando Métricas ...

Metrics powered by PLOS ALM


Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada com uma Licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional.
Revista Tecnologia, Fortaleza - Ceará- Brasil – E-ISSN: 2318-0730

Desenvolvido por:

Logomarca da Lepidus Tecnologia