Efeito do tempo de detenção hidráulica sobre a remoção de matéria orgânica em lagoas facultativas primárias em escala real.

Fernando José Araújo da Silva

Resumo


Foram estudadas 9 lagoas facultativas primárias em escala real. Foi observado que maiores TDHs não resultaram em melhor qualidade do efluente tratado. As cargas hidráulicas e orgânicas foram menores do que as previstas As contribuições per capita hidráulica e orgânicas foram baixas, resultando em capacidade ociosa. As remoções médias de DBO, DQO e sólidos suspensos foram de 79, 70 e 52%, respectivamente. As constantes de remoção para regimes hidráulicas de mistura completa e de fluxo em pistão convergiram com elevação do THD. A determinação de k para fluxo em pistão mostrou-se mais adequada. Foram desenvolvidas alternativas para o dimensionamento de lagoas facultativas primárias empregando abordagem híbrida (modelos analítico e empírico).

Palavras-chave


Lagoas facultativas primárias, tempo de detenção hidráulica, remoção de matéria orgânica, modelos de dimencionamento.

Texto completo:

PDF

Métricas do artigo

Carregando Métricas ...

Metrics powered by PLOS ALM




Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada com uma Licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional.
Revista Tecnologia, Fortaleza - Ceará- Brasil – E-ISSN: 2318-0730

Desenvolvido por:

Logomarca da Lepidus Tecnologia