O Modelo do sistema energético de hidrogênio solar e o Estado do Ceará

Rodrigo Alves Patrício, Natasha Esteves Batista, Thiago Do Carmo Sousa, Antonia Débora Sales, Elissandro Monteiro do Sacramento, Lutero Carmo de Lima

Resumo


O modelo computacional do sistema energético à base de hidrogênio advindo da energia solar é estudado neste artigo. Desde a sua criação, em 1975, o modelo computacional foi aplicado para diversos países do mundo, inclusive o Brasil. Em 2007, o modelo foi adaptado para o estado do Ceará, devido ao seu altíssimo potencial de energias renováveis, principalmente as energias solar e eólica. O modelo considera inter-relações de parâmetros, tais como população, demanda energética
e Produto Interno Bruto per capita da região onde é aplicado; além disso, faz estimativas em longo prazo da produção de hidrogênio via energia solar. Preço da energia, área necessária para os painéis
fotovoltaicos, capacidade da usina de dessalinização, investimentos de capital, custo de operação e manutenção, impactos socioeconômicos e ambientais também são incluídos no modelo, que sofreu adaptações para o estado do Ceará, incluindo a energia eólica e gás natural. O objetivo é o desenvolvimento sustentável desse importante estado da federação brasileira.

Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.5020/23180730.2014.V35.1/2.7-35

Métricas do artigo

Carregando Métricas ...

Metrics powered by PLOS ALM


Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada com uma Licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional.
Revista Tecnologia, Fortaleza - Ceará- Brasil – E-ISSN: 2318-0730

Desenvolvido por:

Logomarca da Lepidus Tecnologia