Comparação entre amostras brutas e filtradas para avaliação do conteúdo orgânico de efluentes de lagoas de estabilização.

Fernando José Araújo da Silva, Avelardo Urano de Carvalho Ferreira, Virgilio César Aires de Freitas

Resumo


A influência da biomassa de algas sobre a DBO foi investigada
em três lagoas de estabilização. Os resultados mostraram que a DBO filtrada é o parâmetro mais adequado para avaliar a performance de lagoas na remoção de matéria orgânica.
O material particulado representou cerca de 55% dos valores de DBO e DQ0 em amostras não filtradas. As taxas de remoção de DBO foram maiores nas amostras não filtradas. Por outro lado, durante as primeiras 24 horas de ensaio
a DBO exercida nas amostras filtradas foi pelo menos 18% maior que nas amostras brutas não filtradas. Isto sugeriu que o atraso na degradação do efluente foi devido à preseqa de algas. Também, a matéria orgânica residual aos efluentes das lagoas foi consideravelmente elevado (pelo menos 40%).

Texto completo:

PDF

Métricas do artigo

Carregando Métricas ...

Metrics powered by PLOS ALM


Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada com uma Licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional.
Revista Tecnologia, Fortaleza - Ceará- Brasil – E-ISSN: 2318-0730

Desenvolvido por:

Logomarca da Lepidus Tecnologia