Aplicação da análise de confiabilidade para avaliação de estações de tratamento de esgoto no estado do Ceará

Francisco de Assis Martins Ponce, Silvio Luiz de Sousa Rollemberg

Resumo


A Confiabilidade é a probabilidade de um item exercer sua função de forma adequada, em conformidade com as condições específicas, por um período determinado de tempo. Sendo assim, torna-se essencial que os processos de tratamento de esgotos sejam avaliados em relação à confiabilidade, fornecendo assim informações que permitem subsidiar a seleção de um determinado sistema de tratamento, além de permitir a avaliação do desempenho real de uma ETE. Nesse contexto essa pesquisa investigou 3 (três) diferentes rotas de tratamento de esgoto de ETEs operada pela Companhia de água e esgoto do Ceará (CAGECE) avaliando-se os resultados de eficiência e testes de confiabilidade (considerando valor de 95%). Observou-se que o sistema composto por Reator UASB + Filtro Submerso Aerado (FSA), alcançou um efluente de melhor qualidade em termos de remoção de DQO e melhor homogeneidade dos dados. Por outro lado, a rota de Lodos Ativados convencionais obteve o melhor desempenho com relação à remoção de amônia, comportamento esperado por esse tipo de tecnologia. Por fim, observou-se que os sistemas compostos por Decanto Digestor (DD) seguido de Filtros anaeróbios apresentaram rendimento abaixo dos padrões de lançamento, o que obriga a substituição dessa rota tecnologia por sistemas que permitam melhores percentuais de remoção. Dessa forma, foi verificado que análise de confiabilidade é uma importante ferramenta a ser aplicada no monitoramento de ETEs, ressaltando a importância destes estudos para a tomada de decisão para escolha tecnológica de novas estações.

Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.5020/23180730.2019.8971

Métricas do artigo

Carregando Métricas ...

Metrics powered by PLOS ALM


Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada com uma Licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional.
Revista Tecnologia, Fortaleza - Ceará- Brasil – E-ISSN: 2318-0730

Desenvolvido por:

Logomarca da Lepidus Tecnologia