Comparativo técnico-financeiro entre o método convencional e uso de lona plástica para proteção contra precipitações em aterros rodoviários

Ítalo Martins e Cunha, Francisco Heber Lacerda de Oliveira

Resumo


Nos processos de implantação rodoviária é importante o conhecimento sobre o índice de precipitações na região dos serviços, principalmente quando se trabalha com solos plásticos. Suas características exigem um cuidado especial para que a camada atinja a melhor capacidade de suporte possível, pois elevadas taxas de precipitações tendem a atrasar o andamento da obra. A consequência desse fato é a necessidade de mais dias de tratamento de camadas para alcançar a umidade adequada à compactação, aumentando o tempo e o custo de execução dos serviços. Nesse sentido, o presente trabalho comparou técnica e financeiramente a proteção de camada de um aterro rodoviário contra precipitações utilizando dois procedimentos distintos: o convencional, denominado selagem de cancha, e o outro com aplicação de lona plástica. Concluiu-se que o uso da lona plástica proporciona maior agilidade na execução dos serviços e, também, ganhos financeiros relacionados à mão de obra, equipamentos e combustível.

Palavras-chave: Aterro, Chuva, Lona Plástica, Rodovia, Solo.

Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.5020/23180730.2019.9747

Métricas do artigo

Carregando Métricas ...

Metrics powered by PLOS ALM


Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada com uma Licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional.
Revista Tecnologia, Fortaleza - Ceará- Brasil – E-ISSN: 2318-0730

Desenvolvido por:

Logomarca da Lepidus Tecnologia