A manufatura avançada precisa de uma engenharia avançada

Filipe Wiltgen

Resumo


Este artigo aborda a necessidade de mudança na forma de estruturar as áreas de engenharia para as futuras gerações de engenheiros que atuarão na manufatura avançada. A integração de conhecimentos de diversas áreas da engenharia exigirá uma nova abordagem educacional, no qual fará parte, também, a revisão da atual estrutura acadêmica. No ambiente industrial, a quebra de paradigmas proveniente das inovações tecnológicas criam situações inesperadas que modificam a atuação profissional do engenheiro, exigindo alterações no seu processo de formação. Tal fato se apresenta a cada novo grande evento de industrialização, como o que está ocorrendo devido à implementação da manufatura avançada, também chamada de 4° Revolução Industrial. A manufatura avançada, por ser, em sua essência, amplamente automatizada, exigirá uma profunda reformulação acadêmica na formação dos novos engenheiros. A versatilidade imposta pelos sistemas de controle que integram por completo toda a indústria está impactando na atuação dos engenheiros atuais. A engenharia, em um futuro próximo, deverá integrar diversas especialidades na formação acadêmica chamada de engenharia avançada.

Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.5020/23180730.0.9914

Métricas do artigo

Carregando Métricas ...

Metrics powered by PLOS ALM


Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada sob uma licença Creative Commons Atribuição - NãoComercial 4.0 Internacional.

Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada com uma Licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional.
Revista Tecnologia, Fortaleza - Ceará- Brasil – E-ISSN: 2318-0730

Desenvolvido por:

Logomarca da Lepidus Tecnologia