Associação de estresse ocupacional e uso de psicotrópicos por docentes da área da saúde

Iel Marciano de Moraes Filho, Caroline Carla de Sousa Dias, Leonardo Luiz Pinto, Osmar Pereira dos Santos, Keila Cristina Félis, Maria Fernanda Rocha Proença, Débora Dadiani Dantas Cangussu, Rodrigo Marques da Silva

Resumo


Objetivo: Analisar a associação entre o nível de estresse ocupacional e uso de psicotrópicos por docentes da área de saúde. Métodos: Estudo transversal, analítico e quantitativo, realizado entre novembro e dezembro de 2018, em uma instituição privada do estado de Goiás, onde 48 docentes universitários da área de saúde responderam a questionários sociodemográfico e profissional, Escala de Estresse no Trabalho e questionário sobre o uso de psicotrópicos. Analisaram-se os dados por meio de medidas descritivas e teste de qui-quadrado. Resultados: Foi detectado alto nível de estresse ocupacional em 39,6% da amostra. Houve associação significativa entre estresse ocupacional e as seguintes variáveis: uso atual ou prévio de medicação psicotrópica (0,037), percepção de melhora da qualidade de vida após terapia medicamentosa (p=0,041) e realização de atividades de risco no ambiente de trabalho (p=0,036). Conclusão: O uso de psicotrópicos pelos docentes universitários está significativamente associado ao estresse ocupacional na amostra em questão.

Palavras-chave


Psicotrópicos; Docentes; Estresse Ocupacional; Educação Superior; Programa de Saúde Ocupacional

Texto completo:

PDF/A

Referências


Brasil. Decreto lei nº 10.861, de 04 de 14 de abril de 2004. Institui o Sistema Nacional de Avaliação da Educação Superior - SINAES e dá outras providências [Internet]. Brasília, 14 de abril de 2004 [aceso em 2018 Set 25]. Disponível em: http://www.planalto.gov.br/ccivil_03/_ato2004-2006/2004/lei/l10.861.htm.

Araújo BLS, Gomes DV, Pires VS, Moraes IM Filho, Costa ALS. Estresse ocupacional em docentes de uma Instituição de Ensino Superior da região metropolitana de Goiânia. REVISA. 2015;4(2):22-30.

Ministério da Educação (BR). Instrumento de Avaliação de Cursos de Graduação presencial e a distância [Internet]. Brasília: Ministério da Educação; 2016 [acesso em 2018 Set 25]. Disponível em: http://cpa.ufsc.br/files/2017/02/Instrumento-Curso-2016.pdf

Sandor S, Yvette T, Arpad S. The legacy of Hans Selye and the origins of stress research: a retrospective 75 years after his landmark brief "letter" to the editor# of nature. Stress [Internet]. 2012 [acesso em 2018 Dez 22];15(5):472-8. Disponível em: http://selyeinstitute.org/wp-content/uploads/2013/06/TheLegacuyofHansSelyearticle.pdf

Lima MFEM, Lima DOF. Condições de trabalho e saúde do/a professor/a universitário/a. Ciênc Cogn. 2009;14(3):62-82.

Moran R. Retention of new graduate nurses. J Nurses Staff Dev. 2012;28(6):270-3.

Borges TL, Miasso AI, Vedana KGG, Telles PCP Filho, Hegadoren KM. Prevalência do uso de psicotrópicos e fatores associados na atenção primária à saúde. Acta Paul Enferm [Internet]. 2015 [acesso em 2018 Dez 08];28(4):344-9. Disponível em: http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0103-21002015000400009&lng=en

Bezerra IC, Morais JB, Paula ML, Silva TMR, Jorge MSB. Uso de psicofármacos na atenção psicossocial: uma análise à luz da gestão do cuidado. Saúde Debate [internet]. 2016 [acesso em 2018 Dez 08];40(110):148-61. Disponível em: https://doi.org/10.1590/0103-1104201611011

Paschoal T, Tamayo A. Validação da escala de estresse no trabalho. Estud Psicol (Campinas). 2004;9(1):45-52.

Morero JAP, Bragagnollo GR, Santos MTS. Estratégias de enfrentamento: uma revisão sistemática sobre instrumentos de avaliação no contexto brasileiro. Rev Cuid [Internet]. 2018 [acesso em 2019 Jan 15];9(2):2257-68. Disponível em: http://dx.doi.org/10.15649/cuidarte.v9i2.503

Sims J. Nursing Faculty Shortage in 2009. Dimens Crit Care Nurs. 2009;28(5):221-3.

Rocha BS, Werlang MC. Psicofármacos na estratégia saúde da família: perfil de utilização, acesso e estratégias para a promoção do uso racional. Ciênc Saúde Colet [Internet]. 2013 [acesso em 2017 Ago 28];18(11):3291-300. Disponível em: http://www.scielo.br/pdf/csc/v18n11/19.pdf

Ferreira ACM, Brasil VV, Zatta LT, Moraes KL, Soares LR, Santos LF. Satisfação no trabalho de docentes de ensino superior na área da saúde. Saúde Ciên Ação. 2016;2(01):93-30.

Schmidt DRC. Modelo Demanda-Controle e estresse ocupacional entre profissionais de enfermagem: revisão integrativa. Rev Bras Enferm [Internet]. 2013 [acesso em 2018 Dez 08];66(5):779-88. doi: http://dx.doi.org/10.1590/S0034-71672013000500020

Gontijo MR, Garcia FC. Mercantilização do ensino: a percepção dos docentes do ensino superior privado no Brasil. Rev Fac Adm Economia [Internet]. 2017 [acesso em 2018 Dez 08];8(2):60-86. Disponível em: https://www.metodista.br/revistas/revistas-ims/index.php/ReFAE/article/view/7486

Bellenzani R, Paro DM, Oliveira MC. Trabalho em saúde mental e estresse na equipe: questões para a política nacional de humanização/SUS. Rev Psicol Saúde [Internet]. 2016 [acesso em 2018 Dez 08];8(1):32-43. doi: http://dx.doi.org/10.20435/2177093X2016105

Stefano SR, Bonanato FM, Raifur L. Estresse em funcionários de uma instituição de ensino superior: Diferenças entre gênero. Rev Econ Gest. 2013;13(31):73-92.

Sá SCA, Silva RM, Kimura CA, Pinheiro GQ, Guido LA, Moraes IM Filho. Estresse em docentes universitários da área de saúde de uma faculdade privada do entorno do Distrito Federal. REVISA. 2018;7(3):200-7.

Fernandes MA, Silva JS, Vilarinho JOV, Seabra LO, Feitosa CDA. Use of psychoactive substance by health professionals: integrative Review. SMAD Rev Eletrônica Saúde Mental Alcool Drog [Internet]. 2017 [acesso em 2019 Jan 23];13(4):221-31. Disponível em: https://www.redalyc.org/articulo.oa?id=80356417007

Koch MO, Biazi RJ, Benedetto C. Estresse em docentes: um estudo comparativo entre uma instituição de ensino superior pública e uma instituição de ensino superior privada na cidade de Toledo-PR. Revista Uningá. 2015;21(1):17-23.

Prado MAMB, Francisco PMSB, Barros MBA. Uso de medicamentos psicotrópicos em adultos e idosos residentes em Campinas, São Paulo: um estudo transversal de base populacional. Epidemiol Serv Saúde [Internet]. 2017 [acesso em 2018 Dez 08];26(4):747-58. Disponível em: http://www.scielo.br/scielo.php?pid=S2237-96222017000400747&script=sci_abstract&tlng=pt

Sottimano I, Guidetti G, Converso D, Viotti S. We cannot be “forever young,” but our children are: a multilevel intervention to sustain nursery schoolteachers’ resources and well-being during their long work life cycle. PLos ONE [Internet]. 2018 [acesso em 2018 Dez 18];13(11):1-17. doi: https://doi.org/10.1371/journal.pone.0206627

Rosa BN, Milhomem AHCS, Moraes IM Filho, Santos OP, Frasca LLM, Fidelis A. Florescimento organizacional e rotatividade. Rev Inicaç Cient Extensão. 2019;2(2):8-12.

Nascimento RCRM, Álvares J, Guerra AA Jr, Gomes IC, Silveira MR, Costa EA, et al. Polifarmácia: uma realidade na atenção primária do Sistema Único de Saúde. Rev Saúde Pública [Internet]. 2017 [acesso em 2019 Set 13];51(Suppl 2):19s. doi: http://dx.doi.org/10.11606/s1518-8787.2017051007136

Moraes IM Filho, Almeida RJ. Estresse ocupacional no trabalho em enfermagem no Brasil: uma revisão integrativa. Rev Bras Promoç Saúde [Internet]. 2016 [acesso em 2018 Dez 18];29(3):447-54. Disponível em: https://periodicos.unifor.br/RBPS/article/view/4645

Cassoni TCJ, Corona LP, Romano-Lieber NS, Secoli SR, Duarte YAO, Lebrão ML. Uso de medicamentos potencialmente inapropriados por idosos do Município de São Paulo, Brasil: Estudo SABE. Cad Saúde Pública [Internet]. 2014 [acesso em 2019 Set 13];30(8):1708-20. doi: http://dx.doi.org/10.1590/0102-311X00055613.




DOI: http://dx.doi.org/10.5020/18061230.2019.9007

Métricas do artigo

Carregando Métricas ...

Metrics powered by PLOS ALM


Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada sob uma licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional.

Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada com uma Licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional.
Rev Bras Promoç Saúde, Fortaleza - Ceará - Brasil - e-ISSN: 1806-1230

Desenvolvido por:

Logomarca da Lepidus Tecnologia